UM ETERNO OBRIGADO A MARCEL REINE

      Marcel Reine nasceu em 1º de dezembro de 1901 em Aubervillers, na França. Foi um notável aviador da antiga Latécoère, que viria a ser depois a Aéropostale, e atualmente, a linha aérea Air France. 
Iniciou sua vida profissional na aviação militar, Em 21 de fevereiro de 1921, após ter conquistado com sucesso seu certificado militar no Centro de Treinamento Avors, onde posteriormente, viria a conseguir seu certificado civil. E em 9 de abril do mesmo ano, Marcel se juntou ao 8º Esquadrão do 32º Regimento da Força Aérea e depois à Escola de Caça Avors. É nesse momento em que ele se reúne pela primeira vez com Antoine Saint-Exupéry  em 7 de fevereiro de 1922. Mais tarde, em 29 de maio é libertado de seus deveres militares.
Em 1924, Marcel Reine foi contratado em Montrouge, e seu status como reservista permitiu que ele voasse uma hora por mês para Orly, no Centro de Treinamento Civil aberto a reservistas. Ele então, se juntou à Latécoère Airlines (futura Aéropostale) em 30 de dezembro de 1924. Em sua aventura, conheceu primeiro Jean Mermoz, depois passou a conviver diariamente com Henri Guillaumet e Antoine Saint-Exupéry, recém-contratados na linha aérea. Após o período clássico de estágio nas oficinas de Latécoère, imposto pelo diretor de operações, Didier Daurat , ele foi inicialmente designado para a seção, Toulouse - Casablanca , depois Casablanca - Dakar .
Marcel Reine foi enviado para a América do Sul em 1929, primeiro na seção de conexão, Buenos Aires para Assunção, depois para o Rio de Janeiro e, finalmente, em Santiago do Chile, onde, à maneira de Henri Guillaumet, ele realiza muitas passagens na Cordilheira dos Andes . Ele também é especialista em voos noturnos, e participa, entre 11 e15 de maio de 1930, o primeiro correio 100% aéreo, entre Toulouse e Santiago do Chile. Em sua passagem pelo Rio de Janeiro, ele conhece o Vale do Ribeirão Grande,  em Itaipava, Petrópolis, onde adquiri uma fazenda, que passou a chamar de “La Grande Vallée”, pois se indentificava com sua cidade natal, sentindo-se então em sua casa no outro lado do mundo. Marcel Reine dizia que La Grande Vallée seria um “lugar onde ele iria se retirar”, um lugar calmo e de paz em que iria morar permanentemente depois de se aposentar. O lugar foi tão apreciado por ele, que era em Itaipava, Petrópolis que ele o aviador tinha vontade de passar seus últimos dias.
Em sua cidade natal, em Aubervillers, foi feita uma homenagem a ele, um monumento de concreto na Praça do Stalingrado. Para a cidade, e evidentemente para todo o mundo, Marcel Reine, cidadão de Aubervillers, na França foi um grande herói da Aéropostale. Sua passagem se perpetua até hoje no “La Grande Vallée” em Itaipava.

O La Grande Vallée vem recebendo visitas de admiradores da Aéropostale, e consequentemente, dos pilotos da companhia aérea que marcaram a história da aviação, que hoje já tem 100 anos, como Jean Mermoz, Henri Guillaumet ,Marcel Reine, e o autor do “O Pequeno Príncipe” Antoine Saint-Exupéry, frequentadores de La Grande Vallée. A Aéropostale foi pioneira na rota Toulouse a Santiago do Chile, maior rota aérea realizada até hoje.

Visite

Estrada do Ribeirão Grande, 102

Itaipava - Petrópolis

Km 57 da BR 040 sentido Rio de Janeiro.

Ligue

T: +55 24 2222.1388

C:+55 21 99354.3179 

  • facebook
  • w-googleplus

© 2023 by Adviso  & coOrgulhosamente criado por Wix.com