Hoje, 75 anos sem Antoine de Saint-Exupéry

Hoje, 31 de julho, completa-se 75 anos desde o desaparecimento do autor do livro “O Pequeno Príncipe” do poeta-aviador Antoine Saint-Exupéry. E nada mais oportuno do que lembrar quem era Saint-Exupéry, não pelas suas funções e trabalhos, mas realçar o ser humano que foi. Nós já sabemos que Antoine de Saint-Exupéry era um homem a frente de seu tempo. E mais uma vez podemos ter provas de que o poeta-aviador percebia com atenção questões sociais já muito importantes em 1930.

Em seu livro “Terra dos Homens” há um trecho que mostra bem a visão que ele tinha da desigualdade social, da problemática do egoísmo no mundo e a importância da solidariedade uns aos outros.

 

Ele escreveu:

"Por que nos odiarmos? Somos solidários, transportados pelo mesmo planeta, tripulação de um mesmo navio. E se é bom que as civilizações se oponham para favorecer novas sínteses, é monstruoso que elas se entredevorem. Pois basta, para nos livrar, que nos ajudemos a tomar consciência de um objetivo que nos liga uns aos outros, buscá-lo naquilo que nos une a todos".

Assista a seguir, um vídeo produzido recentemente, onde retrata um pouco daquilo que ele acreditava e eternizou em seu livro, “Terra dos Homens” em 1930. Convidamos a todos a prestarem atenção nesta bela mensagem de conscientização de um homem do século XX que já percebia os problemas que hoje continuam atuais no mundo.