Aéropostale
Voando com o Ás Edu Chaves 
Continuando nossa série sobre a Aéropostale, chegamos ao oitavo capítulo sobre a história da aviação francesa e início da aviação brasileira.
 
Roland Garros, depois de demonstrações aéreas memoráveis no Rio de Janeiro, de incursões pessoais sobre o céu de Petrópolis e as fotos pioneiras que fez de nossa região serrana, rumou para a grande metrópole da capital de São Paulo. Em suas memórias, o piloto francês confessa francamente o receio de enfrentar o lugar: “Foi a primeira vez que me vi responsável por uma empresa (a Queen Company Aviation), numa cidade estrangeira onde eu não conhecia absolutamente ninguém” (Mémoires, p. 278).

São Paulo, apesar das abastadas famílias em torno do cultivo do café, não era comparável à então capital federal, Rio de Janeiro, já tão conhecida dos europeus. Tratava-se de uma metrópole embrionária, mas isso ainda não era totalmente identificado. 

Porém, logo depois foi rápida a adesão dos paulistanos face ao deslumbramento dos voos do Blériot que ele pilotava, chamando a atenção inclusive das famílias Prado, Prates e, principalmente, os Chaves, cujo oitavo filho, Edu, era também um pioneiro da aviação. Logo foi proposto a Garros o uso do terreno de polo clube da moda, o Antártica (hoje Parque Antártica).
 
A lembrança mais viva para Garros, no entanto, foi relativa a que pôde levar, definitivamente, do ás brasileiro Edu Chaves, nome que dá a esse oitavo capítulo: “Voando com o ás Edu Chaves”. O altruísmo desse jovem piloto foi fundamental para que Garros cumprisse uma prova proposta pelo automóvel-clube, um prêmio ao piloto que fizesse São Paulo-Santos, ida e volta. Seria a primeira vez que alguém realizaria tal trajeto. 

Essa amizade franco-brasileira entre os jovens pilotos, Garros e Chaves, é bastante representativa das cooperações entre a França e o Brasil nos primórdios da aviação dos dois países. Se a França, no início do século XX, foi o país indubitavelmente pioneiro na aeronáutica, é impossível não se mencionar que lá voou.

 

Visite

Estrada do Ribeirão Grande, 102

Itaipava - Petrópolis

Km 57 da BR 040 sentido Rio de Janeiro.

Ligue

T: +55 24 2222.1388

C:+55 21 99354.3179 

  • facebook
  • w-googleplus

© 2023 by Adviso  & coOrgulhosamente criado por Wix.com