Você Sabia?
Em 31 de julho e 1944, Saint-Exupéry partiu da Ilha de Córsega no Mar Mediterrâneo em um avião P-38 Lockheed Lightning num voo de reconhecimento do território inimigo. Naquele dia Antoine foi derrubado por um avião Messersschmitt da Luftwaffe.
 
O piloto Horst Rippert, antes de assumir ou se reconhecer como o autor dos tiros responsáveis pela queda do avião de Saint-Exupéry, Rippert teria entrado em depressão. Pois para ele, era inimaginável que ele pudesse ter abatido o avião daquele que seria o autor do livro "O Pequeno Príncipe" que naquela época, era o autor mais lido depois da Bíblia e do Alcorão.
 
Quando jovem, Hippert, idolatrava Exupéry e já havia devorado todos seus livros, começando por Southern Mail (Correio Sul), de 1929, um conto de aventura. Declarou Rippert anos mais tarde: “Eu só soube depois que era Saint-Exupéry. Eu queria que não tivesse acontecido. Todos os jovens da minha geração leram seus livros e nós adorávamos ele”.
 
Em 31 de julho de 2009, na Alemanha, Horst Rippert, veio a receber o perdão de François d'Agay, sobrinho de Saint-Exupéry, ou seja, 65 anos depois da morte de Saint-Exupéry, recebendo as seguintes palavras de Agay no momento do encontro:
 
"Nós participamos ambos da mesma guerra, ela terminou há muito tempo. Eu queria apenas que ele entendesse que eu não tinha ódio, queria somente livrá-lo do peso secreto que ele carregava há anos. Espero que ele tenha entendido a minha mensagem e que viva em paz até o fim de sua vida."
Esse é o avião em que Antoine de Saint-Exupéry, um P-38 Lockheed Lightning
Esse é o avião que atingiu Saint-Exupéry. Era um Messerschmitt da Luftwaffe.

Visite

Estrada do Ribeirão Grande, 102

Itaipava - Petrópolis

Km 57 da BR 040 sentido Rio de Janeiro.

Ligue

T: +55 24 2222.1388

C:+55 21 99354.3179 

  • facebook
  • w-googleplus

© 2023 by Adviso  & coOrgulhosamente criado por Wix.com